terça-feira, 4 de abril de 2017


Terapêutica da Vida

Ao longo da minha caminhada percebi que eu poderia ser minha própria terapeuta,meu auto oráculo, e por vezes meu próprio remédio. Vi que poderia alterar positivamente a energia de ambientes, de pessoas, a minha própria energia, os meus estados internos e até situações de vida emergenciais que de alguma forma se apresentam.
Percebi também, que isto é um processo natural cuja capacidade é inata para todos , qualquer pessoa pode acessar esse poder, independente de sexo, cor, religião, estrutura social, idade...
A grande questão está internamente gravada e expressada através de como aprendi a lidar com o meu viver, e com as heranças trazidas desde o meu nascimento, aquilo que eu acredito que eu sou, e o que me ensinaram e/ou possibilitaram de transitar no meu fazer cotidiano.
Conclui que não tem receitas nem culpados, apenas um dar- se conta que sou eu comigo mesmo lidando com o existir e que internamente posso aprender a viver com amor e sabedoria nesta Terra , independentemente de tudo que recebi.
Por isto chamo este trabalho de Consciência Interacional, pois esta compreensão é como a ativação de uma chave, capaz de perceber o estado momentâneo, e as possibilidades de alterá-los, alterando assim o meu olhar , o meu sentir e os passos possíveis e necessários naquele momento.
Desta forma, estou aqui neste momento ativando esta compreensão, que podemos ser terapeutas das outras pessoas mas o essencial é o reconhecimento de que somos capazes de ser nosso próprio terapeuta em todas as áreas da nossa vida.
Assim compreendido, a troca torna-se inevitável.
és de como aprendi a lidar com o meu viver, e com as heranças trazidas desde o meu nascimento, aquilo que eu acredito que eu sou, e o que me ensinaram e/ou possibilitaram de transitar no meu fazer cotidiano.
Conclui que não tem receitas nem culpados, apenas um dar- se conta que sou eu comigo mesmo lidando com o existir e que internamente posso aprender a viver com amor e sabedoria nesta Terra , independentemente de tudo que recebi.
Por isto chamo este trabalho de Consciência Interacional, pois esta compreensão é como a ativação de uma chave, capaz de perceber o estado momentâneo, e as possibilidades de alterá-los, alterando assim o meu olhar , o meu sentir e os passos possíveis e necessários naquele momento.
Desta forma, estou aqui neste momento ativando esta compreensão, que podemos ser terapeutas das outras pessoas mas o essencial é o reconhecimento de que somos capazes de ser nosso próprio terapeuta em todas as áreas da nossa vida.
Assim compreendido, a troca torna-se inevitável.

Nenhum comentário:

Postar um comentário